Por que o Papa Francisco quis visitar cemitério para crianças abortadas na Coreia do Sul?

O cemitério de Kkottoghnae descortina um triste segredo do próspero país: o maior índice de abortos do mundo

O Papa Francisco, em geral, evita pronunciar-se sobre temas como o aborto, argumentando que a doutrina da Igreja para a santificação da vida é bastante clara e conhecida e, por isso, ele prefere enfatizar outros aspectos do ensinamento da Igreja.

No entanto, o Papa fez, neste sábado, um forte pronunciamento, apesar de silencioso, contra o aborto, ao reter-se em oração diante de um monumento para crianças que jamais viram a luz do mundo. O local faz parte da comunidade dedicada aos cuidados de pessoas com deficiências genéticas que, frequentemente, são utilizadas para justificar os abortos. 

O Papa baixou a cabeça em oração diante das centenas de cruzes brancas do monumento e conversou com um ativista anti-aborto que não tem nem os braços e nem as pernas. (R.B)

Fonte:  http://pt.radiovaticana.va/news/2014/08/16/papa_faz_uma_forte_e_silenciosa_declara%C3%A7%C3%A3o_anti-aborto/bra-819890

 

Deixe um comentário

Seu endereço de email não será publicado.


*