Comentando sobre os desafios de ser prefeito da congregação da doutrina da fé, o Papa emérito disse:

O primeiro grande desafio foi a ” teologia da libertação “, que estava se espalhando pela América Latina. A opinião comum é que se tratava de um apoio aos pobres,  mas foi um erro.” A pobreza e os pobres , diz ele, ” foram , sem dúvida, bordados como tema da teologia da libertação , mas numa perspectiva muito específica. ”

“Não era “uma questão de ajuda social e reforma, dizia-se, mas do grande surgimento do qual deveria aparecer um novo mundo”. ” Assim , disse o Papa Emérito Bento XVI, ” a fé cristã foi usado como um motor para o movimento revolucionário, transformando-a em uma força política . ” A tal falsificação da fé cristã – ressalta – deve-se opor  por amor aos pobres e o serviço que lhes é oferecido. ” João Paulo II , acrescenta, “ levou-nos  de um lado a denunciar a  falsa idéia de libertação, e por outro lado, expor a verdadeira vocação da Igreja para a libertação do homem . ”

Fonte: http://www.news.va/it/news/benedetto-xvi-vi-racconto-la-santita-di-giovanni-p

Nota do Fides Press:

A exposição do Papa Emérito vai ao encontro com o mini-documentário produzido pelo Apostolado Santa Igreja, que acusa a teologia da libertação de ser uma ideologia sobreposta a teologia.

2 Responses

  1. Plinio

    “A exposição do Papa Emérito vai de encontro com o mini-documentário produzido pelo Apostolado Santa Igreja”

    O correto é “AO encontro”, “DE encontro” indica oposição, contrariedade.

    Responder

Deixe um comentário

Seu endereço de email não será publicado.


*