Nos últimos dias, vários veículos de imprensa informaram que o papa emérito Bento XVI, na época à frente da Congregação para a Doutrina da Fé, afirmou ao teólogo alemão Ingo Döllinger que existia uma parte do terceiro segredo que ainda não tinha sido revelada.

Em comunicado da Sala de Imprensa Vaticana, a informação foi desmentida. Segundo o breve comunicado, Bento XVI teria declarado que nunca conversou com  Döllinger a respeito de Fátima e que tudo isso “são puras invenções , absolutamente falsas ” e ele confirma veementemente que ” a publicação do Terceiro Segredo de Fátima está concluída”.

Ora pois, pois!” vamos por os pingos no is dessa questão. No ano 2000 foi publicada a visão do segredo de Fátima a pedido de São João Paulo II. Junto a publicação da visão,  foi promulgada uma explicação da Santa Sé que via no Papa Wojtyla o bispo vestido de branco da visão. Houveram muitas contestações, pois, como se sabe, o Papa da visão morria e João Paulo II sobreviveu ao atentado.

A grande questão é que o segredo seria composto de duas partes: A visão e a explicação. Existem muitos indícios de que a Santa Sé teria optado por revelar o segredo de forma incompleta. A principal reclamação dos defensores dessa tese consiste no fato de que os segredos ou as partes, se assim quiserem chamar, são compostas da visão e uma explicação. Na primeira parte (1º segredo) a Virgem Santíssima mostra o inferno as crianças, e mesmo sendo evidente o que mostrará, explicou com cautela do que se tratava na segunda parte. “Vistes o Inferno, para onde vão as almas dos pobres pecadores. “No segundo segredo, Nossa Senhora ainda usando da visão do primeiro segredo, explicou o caminho de reparação dos males que o mundo enfrentará e necessidade da consagração da Russia e da devoção ao imaculado coração da Virgem. “A guerra vai acabar, mas se não deixarem de ofender a Deus, no reinado de Pio XI começará outra pior(…)Para a impedir virei pedir a consagração da Rússia a meu Imaculado Coração e a Comunhão Reparadora nos Primeiros Sábados…”. A terceira parte do segredo, no entanto, contém apenas a visão e sem nenhuma explicação. Por que a Virgem não explicaria? Teria Bento XVI concordado que a visão se trata do terceiro segredo, mas a explicação seria não a continuação do mesmo segredo, assim como ocorre no primeiro, mas uma quarta parte ou, se assim preferir, um “quarto segredo”? Essa é a grade questão que é enfrentada.

 

Deixe um comentário

Seu endereço de email não será publicado.


*