A fundadora do maior grupo de comunicação católica das Américas, Madre Maria Angélica da Anunciação, fundadora do grupo EWTN (Eternal World Television Network) , faleceu no dia 27 de Março, Domingo de Pascoa, às 19h  depois de 15 anos lutando com as sequelas de um derrame cerebral. Ela tinha 92 anos. O seu funeral está previsto para próxima sexta-feira 1 de abril no Alabama (EUA), onde morava.

“A Madre sempre personificou e sempre personificará a EWTN, a rede de comunicações que Deus pediu que ela fundasse”, afirmou o Chefe Executivo da rede Michael Warsaw. “Suas realizações e legados na evangelização através do mundo foram praticamente miraculosos e isso só pode ser atribuído à divina Providencia e sua incessante fidelidade a Nosso Senhor”.

Em 1981, Madre Angélica deu início ao canal de tv EWTN , que hoje transmite 24 horas por dia a mais de 258 milhões de lares em 144 países. O empreendimento que começou com cerca de 20 funcionários hoje tem mais de 400. A rede oferece transmissões de rádio e televisão ao longo do mundo todo em inglês e espanhol, opera um catálogo de material católico e se encarrega da publicação do jornal impresso National Catholic Register, além de chefiar as agências de notícias do grupo ACI, incluindo ACI Digital.

“A Madre Angélica conseguiu algo que os próprios bispos norte-americanos não conseguiram”, afirma o Arcebispo da Filadélfia Dom Charles Chaput, que esteve na diretoria da EWTN desde 1995. “Ela fundou e expandiu uma rede que apela aos Católicos do cotidiano, entendeu suas necessidades e alimentou suas almas. Ela teve muita ajuda, certamente, e mesmo esta foi parte da sua genialidade”.

Madre Angelica teve seu trabalho reconhecido por três pontífices: São João Paulo II, Bento XVI e Francisco. Em outubro de 2009, Bento XVI outorgou à Madre Angélica a medalha Pro Ecclesia et Pontifice, a mais alta honra que um Papa pode conceder a um leigo ou religioso na Igreja.

Segundo Dom Georg Ganswein, Prefeito da Casa Pontifícia e secretário pessoal de Bento XVI, O Papa Emérito Bento XVI afirmou que o fato de que Madre Angélica, fundadora do canal católico EWTN, tenha falecido em um domingo de Páscoa “é um dom”.

Deixe um comentário

Seu endereço de email não será publicado.


*