Cinco terroristas islâmicos vandalizam imagem de Nossa Senhora, na Itália

Um homem estava ajoelhado em oração diante da estátua da Virgem Maria com a fotografia de um ente querido na mão, na pequena capela de São Barnabé, em Perúgia (Itália), quando foi atacado por cinco imigrantes islâmicos. A primeira coisa que fizeram foi rasgar suas mãos foto. Em seguida, eles atacaram a imagem da Virgem com chutes destruindo a figura religiosa católica.


O incidente causou um rebuliço entre a população local, e alguns chegaram a criticar o Papa Francisco, acusando de apaziguar os imigrantes extremistas. As famílias de fiéis da comunidade de São Barnabé fizeram uma coleta de dinheiro para a restauração da Santa, que fica num local onde os devotos fazem suas orações para a Virgem Maria.madonnina-750x400

Don SCARDA, pastor de São Barnabé, disse que o evento fatal foi conduzido por cinco estrangeiros, e que a pessoa que carrega a imagem chamou a polícia. Quando os policiais chegaram à capela, no entanto, os atacantes já tinham fugiram. Não há pistas sobre a suas identidades.

Imagem profanada por terroristas islâmicos

“Para o Islã, a figura de Maria é muito importante: a mãe do profeta Jesus concebido na virgindade da Virgem é a mulher mais santa”, disse o bispo auxiliar de da cidade de Perúgia, o monsenhor Paolo Giulietti.

“Os muçulmanos rezam nos santuários marianos do Oriente Médio. Não podemos atribuir esse ato de vandalismo, que como eu disse está errado em todos os sentidos, um episódio de ódio religioso. É importante não alimentar suspeita mútua, especialmente neste momento “, acrescentou o prelado.

O fato é que grupos extremistas islâmicos estão espalhados por toda a Europa, favorecidos pela Guerra Assimétrica onde o ocidental já é julgado culpado antes mesmo de poder argumentar contra a invasão cultural nociva islâmica, e com o Politicamente Correto, que é a lei que controla as consciências ocidentais nesses dias.

Por muito menos, pessoas são assassinadas nos Estados Islâmicos por não estarem alinhadas com a crença oficial. Homossexuais são enforcados no Irã, “infiéis” que desrespeitam a fé local são condenados até a morte na Arábia Saudita. Cristãos são proibidos de visitar a cidade sagrada de Meca. Enquanto isso, os ocidentais são acusados de islamofóbicos –seguindo a mesma linha politicamente correta da homofobia–, e de não terem cedido completamente aos interesses dos invasores extremistas islâmicos.

A covardia de políticos e dirigentes católicos e cristãos frente a essa ameaça de uma hegemonia islâmica no Ocidente, buscando relativizar essa expansão do islamismo radical com o multiculturalismo e com valores que são totalmente desprezados e alheios aos valores desses grupos extremistas, que apenas desejam destruir qualquer a cultura tradicional ocidental.

Via PerugiaToday, Tuttoggi, TheGatewayPunditt e AlertaDigital

Fonte: http://radiovox.org/2015/01/18/cinco-terroristas-imigrantes-islamicos-destroem-e-vandalizam-imagem-de-nossa-senhora-na-italia/#sthash.Zzrcg9hP.dpuf

Deixe um comentário

Seu endereço de email não será publicado.


*