Tony Reali, apresentador e comentarista da rede de esportes ESPN, foi trabalhar e se apresentou na tv com o sinal da cruz na testa.
Antes de ir trabalhar, ele participou da missa de cinzas.
Declarou feliz o apresentador: “Eu sou um narrador de jogos e um apresentador de TV, e eu sou um católico”.
Tony mostra uma tendência que já é perceptível estatisticamente, a América se converte ao catolicismo.

Os católicos deixam, aos poucos é verdade, de ser uma religião mal vista no país que foi colonizado pelos protestantes.
Rezemos para que cada vez mais pessoas, anônimas ou famosas, assumam publicamente sua fé.
Deo Gratias

Deixe um comentário

Seu endereço de email não será publicado.


*